em Uncategorized

A sociedade atual destaca um sorriso perfeito em forma, proporção, cor e alinhamento dos dentes como padrão de beleza. Possuir dentes em harmonia estética proporciona ao indivíduo reflexos positivos em sua autoestima. Desta forma, a resolução estética dos mais variados tipos de alterações de cor do elemento dental representa um grande desafio para o cirurgião-dentista, que está atento ao desenvolvimento de técnicas que solucionem alterações de cor e manchas dentais e, ao mesmo tempo, conservem a estrutura do elemento dental da melhor maneira possível.

A partir do correto diagnóstico da alteração de cor, realizado por meio de uma criteriosa e completa e anamenese auxiliada pelas manobras clínicas, o profissional pode decidir qual o melhor método de tratamento ou optar pela associação de diferentes métodos de tratamento. Com o conhecimento dos efeitos benéficos do flúor, em especial, e de sua utilização de forma indiscriminada para o controle da doença cárie, surgiram alguns efeitos colaterais observados nos dentes de indivíduos caracterizados clinicamente por alterações de cor do esmalte variando em grau de comprometimento estético e funcional, em um espectro de mudanças que vão desde linhas brancas opacas finas cruzando a superfície do dente até em que o esmalte torna-se pigmentado. Esta alteração caracteriza a fluorose dental. Na tentativa de remover estas alterações de cor e promover, desta forma, de cor e promover, desta forma, uma melhoria na estética dos dentes, diferentes ácidos em diferentes concentrações associados a abrasivos vem sendo utilizados em variadas técnicas conhecidas como microabrasão do esmalte dental. Desta forma, a técnica de microabrasão surge como uma excelente alternativa para o tratamento das manchas do esmalte, pois possibilita, desde que indicada corretamente, a resolução do problema com mínimo desgaste da estrutura denta, porém sem garantir um total remoção das machas, dependendo da cada indivíduo.

Um dos fatores de maior desafio para o cirurgião dentista é a resolução estética dos mais variados tipos de manchas presentes no esmalte ou dentina, que podem ser de várias colorações, como brancas, amareladas, acinzentadas e marrons, além de variarem quanto à etiologia, extensão e profundidade no esmalte.

A técnica de microabrasão do esmalte é um procedimento pelo qual uma pequena camada superficial do esmalte, que apresenta alguma forma de alteração – cor, estrutura ou desmineralização -, é removida por meio da ação conjunta de um agente erosivo e um agente abrasivo, expondo-se uma camada mais profunda de esmalte com características normais, aproximando o esmalte manchado ao esmalte natural.

Postagens Recentes

Deixe um Comentário